Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Voce ja acessou o contoerotico 2 vezes! Para acesso ilimitado em nosso site seje um assinante vip

www.contoerotico.com.br rende uma bela foda

  • Enviado: 16 de outubro de 2004 23:59

Corpo do conto

Este caso aconteceu faz pouco tempo, eu sou tecnico de computadores, e tenho uma sobrinha de vinte e quatro anos, que vive me arrumando serviço, quase sempre pra eu fazer de graça, ora para ela mesma, ora para as suas amigas, mas grana que e bom, nécas, o bom nisso tudo é que de vês em quando, minha sobrinha me recompensa de alguma forma, mas isso é para outro dia, vamos ao caso atual.

Uma amiga dela, Gloria é seu nome, tem 16 anos muito bonita e com um corpinho que deixa muitos homens loucos de tesão, tem mais ou menos 1,65, 60 kgs, bunda tamanho médio mas bem arrebitadinha, seios de medios para grande, porem bem firmes, com os mamilos bem definidos, daqueles que parecem duas chupetinhas, pernas bem torneadas e lisas, e cabelos compridos e olhos castanhos claros, boca bem carnuda, e sensual, uma verdadeira gata.

Dia desses ela ganhou do papai um computador usado, e me pediu para coloca-lo para funcionar, eu disse a ela que não tinha muito tempo, que se servisse para sabado a tarde eu poderia dar um pulo em sua casa e fazer o serviço, ela disse que tudo bem, que ia me esperar.

Assim sendo no sábado a tarde fui a sua casa, na chegada já tomei um susto dos bons, ela veio me receber de short-doll, uma blusinha de seda bem fina e transparente, dando pra ver seus peitos lindos, a parte de baixo do mesmo tecido tambem bem folgado e uma calcinha não muito pequena, parecida mais com uma cueca de algodão e tambem folgada, tudo na cor rosa a que mais me da tesão, me convidou para entrar e foi logo me oferecendo um uisque do seu pai, que na hora eu recusei , mas acabei aceitando depois para ver se conseguia relaxar diante de tanta tentação, ela disse que estava sozinha em casa, que todos tinham ido para o interior, e só voltariam no Domingo, e quem tinha ficado de dormir com ela era justamente minha sobrinha , mas que só viría a noite, então eu ficaria sózinho com aquela gostosa pensei, não vou aguentar.

O computador estava no quarto dela, do lado da cama, tinha que sentar na cama para trabalhar o quarto era pequeno e bem apertado, folgado mesmo só a sua cama de casal e bem grande, o que tomava quase todo o espaço, bom sentei-me na cama diante da maquina e comecei a trabalhar fiz uma checagem e vi que estava tudo em ordem, então comecei a configurar o computador para acessar a internet, ela ajoelhada na cama atrás de mim, se apoiava com os ante-braços no meu ombro, dizendo que não queria perder nada pois não sabia nada de computador e queria aprender, aquilo me deixava nervoso e dava vontade de passar a mão por trás das costas e pegar nos seus peitos que de vês em quando ela encostava em mim, consegui com a minha senha entrar na internet e imediatamente comecei a configurar uma conta de e-mail para ela, depois passei a visitar alguns sites bem inocentes, só para ensina-la a navegar na web, foi quando ela me pediu para visitar uns sites mais quentes, eu lhe perguntei o que ela queria mais precisamente, se era de sacanagens e ela respondeu que sim, então eu fui direto para www.contoerotico.com, e começamos a ler um conto e outro e muitos mais, a gata estava maravilhada com tudo o que lia ao meu lado, e me perguntou porque eu não escrevia tambem, ai eu lhe disse que escrevia sim e mostrei o meu conto a ela , (até aquele dia eu só tinha um conto), ela leu maravilhada e perguntou-me se tinha sido verdade, eu respondi que sim, nesse momento ela ja estava sentada ao meu lado apoiando-se no meu ombro direito e com as pernas dobradas em cima da cama, seus peitos me furavam as costas e seu perfume me enlouquecia, confesso que tremia de nervoso , minha respiração estava incontrolavel, então ela me sugeriu novamente a bebida, o que aceitei depressa, ela veio com o copo, e colocando sobre a mesa do computador, se deitou de lado na cama com a cabeça no meu colo, lendo sempre as sacanagens dos contos, naquela hora eu perdi todo o receio e pousei minha mão na sua cintura, ela com a mão no meu joelho, começou a alisa-lo sugerido que eu fizesse o mesmo em seu corpo, devagar eu fui descendo e cheguei a sua bunda, meu pau não estava muito duro naquele momento, o estado de nervos não deixava que eu relaxasse, ela por sua vês entendeu e ajudou muito, começou a roçar a cabeça no cacete e alizar minhas coxas enquanto lia demonstrando estar muito a vontade, eu fui invadindo a sua privacidade, enfiei minha mão no seu short e comecei a acariciar sua bunda por sobre a calcinha, depois entrei por baixo dela e cheguei ao seu cu com o meu dedo, ela ja estava com a mão acariciando o meu pau, que ia se soltando aos poucos, até que ela o beijou, depois virando-se de bunda pra cima abriu a minha bermuda e puxou o mastro pra fora , como eu não uso cuecas foi muito facil, e caiu de boca engoliu tudo e começou a mamar, a sugar, eu desci seu short para as pernas e comecei a cultuar aquela bundinha gostosa, quanto mais ela chupava mais meu pau crescia e ela ficava admirada segurando firme no pé do cacete e enfiando quase tudo na boca, eu enfiava um dedo no seu cu e outro na boceta, ela gemiae pedia mais em seguida me deitei na cama, terminei de tirar as peças de baixo de sua roupa e começamos um belo sessenta e nove, ela em cima me oferecia sua boceta raspadinha, limpinha, e seu cuzinho, tudo cheirava sexo dos mais gostosos, eu a lambia toda, do grelho até o cu, e ela chupava e tocava punheta até que a gente gozou juntos, ela dava estocadas como louca de encontro a minha boca e seu corpo se contorcia num gozo violento, eu enchi sua boca de esperma, que ela engoliu tudo, deixando meu mastro limpo, e sempre espremendo querendo que saisse mais leite.

Terminei a bebida sentado em frente ao computador, ela deitada em meu colo de vês em quando mamava no cacete mole para anima-lo, tiramos nossas roupas e continuamos a ler os contos em voz alta , ate que o pau reagiu, então ela veio sentar no mastro, eu me deitei para traz, e ela enfiou tudo na boceta de uma vês e começou um sobe e desce, eu a ajudava com minhas mãos em suas coxas, e ficamos muito tempo assim, quando ela parava um pouco eu aproveitava para tocar naqueles peito lindos, me levantava um pouco e ela enfiava hora um hora outro em minha boca para serem chupados, e assim ficamos até sentir que ia gozar novamente, ela pediu para a gente voltar a fazer sessenta e nove, gozamos, eu com o dedo atolado no seu cu, fiz com que ela gozasse ainda mais, com aquelas estocadas e contorcidas com o corpo denunciando um tremendo gozo.

Enfim terminei o meu serviço e disse a ela que iria escrever para o contoseroticos a nossa estória, ela por sua ves disse que tambem vai contar a sua versão, é so esperar pessoal.

One Response to “www.contoerotico.com.br rende uma bela foda”

  1. Que delicia de historia, é como se eu estivesse de cima olhando tudo.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Pesquisa