Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Voce ja acessou o contoerotico 6 vezes! Para acesso ilimitado em nosso site seje um assinante vip

VELHO TARADO

  • Enviado: 7 de julho de 2004 01:54

Corpo do conto

somos um casal jovem e bem resolvido, ela, tem um corpo maravilhoso, chama a atencao dos homens na rua em qualquer lugar, principalmente pelas roupas que veste.

como e muito gostosa e adora se exibir, so sai na rua com micro sainhas, vestidinhos e shortinhos.

eu como corno assumido adoro essas situacoes, sempre dou a maior forca a ela, ao ponto de as vezes eu mesmo compro roupas curtas e a presenteio.

quando saimos na rua ela da bola para todo mundo e eu faco o meu papel de corno sabido, quando vejo algum macho olhar ou mecher com ela eu me afasto para deixar as coisas acontecerem.

ja passamos por diversas situacoes, mais essa semana aconteceu uma coisa que ha muito tempo eu esperava.

sempre que iamos ao mercado na parte de legumes, um senhor de mais ou menos uns sessenta anos que e dono da barraca de verduras, ficava doido com minha mulher, ate ai nao era diferente dos outros pois nenhum homen normal deixa de ficar doico com ela. mais o fato que esse senhor foi alem do que esperava.

na primeira vez ele ficou vidrado na minha mulher nao tirava os olhos das pernocas dela e nao disfarcava, entao eu me afastei para deixalo curtir o visual, e ela nao se fez de rogada, ela abaixava fingindo pergar algo, sorria coisas para deixar o velho maluco, ela realmente sabe fazer isso.

na segunda vez la estavamos nos quando esse senhor se aproximou de nos e subitamente se encaixou atraz da minha minha mulher fingindo pegar algo na prateleira, minha mulher se assustou com aquela atitude e eu procurei fingir nao perceber, entao ele pediu desculpas a ela e comessou a puchar papo. quando saimos do mercado disse a ela que o velho estava taradinho nela, entao ela me falou que ele tinha ido longe demais, entao eu disse que nao tinha nada haver e que ele poderia realizar nossa fantazia afinal a culpa de tudo era nossa, nao queriamos aticar pois e conseguimos.

no dia seguinte la estavamos foi entao que resolvi entrar na estoria, fomos direto a sessao de verduras e comessei a puchar pap com ele ele nao tirava os olhos da minha safada entao eu disse a ele que minha mulher adorava comer seus legumes e que tinha comentado sobre ele, entao ele muito safado disse e sua menina e muito legal gente boa mesmo, falou isso olhando para um rapaz do lado e sorriu, o rapaz era funcionario do mercado, foi entao que eu me virei para pegar refrigerantes e deixei minha mulher com ele escolhendo verduras, quando me virei pude ver que ele disfarcadamente encostava as costas de sua mao na bunda de minha mulher sobre o vestido enquanto o rapaz que estava na balanca pesando legumes de outros clientes ficou olhando e rindo.

apois varias vezes indo ao mercado o velho sempre fazia alguma gracinha so que ele estava cada vez mais avancando o sinal, aquela situacao estava nos deixando loucos de tesao, chegavamos em casa e trepavamos feito loucos.

mais o fato e que ja haviam alguns funcionarios que ja tinham percebido o que acontecia entre nos, e isso me deixou preocupado, pois quando entravamos no mercado era um tititi danado.

entao certo dia minha mulher estava com um vestidinho muito curto e transparente, irresistivel, foi ai qu aconteceu, la estavamos provocando o velho quando eu me afastei e deixei ele a vontade com ela para dar suas esncostadinhas de mao nas pernan e na bunda dela, mais fiquei de longe observando, tinha alguma coisa estenha acontecendo pois haviam treis rapazes que nunca ficavam ali eles pareciam esprerar por algo, foi entao que vi a cena que me deixou louco, minha mulher estava na fila da balanca para pesas os legumes enquanto o velho atraz dela colocou sua mao na bunda dela e por baixo do vestidinho ele foi subindo ate a calcinha e enfiou sua mao na bunda dela com a maior naturalidade, minha mulher nem se mecheu com medo que algum cliente estivesse olhando ela deixou rolar, entao entendi os rapazes ali, aquilo fora planejado, alguma aposta ou coisa assim, entao me afastei mais e esperei por ela, ela veio corrento atonita e me perguntou se eu tinha visto, disse que sim que ele era maluco mais que tinha sido uma delicia, ela pediu para sairmos logo entao pagamos as compras e fomos para o carro,

enquanto eu pagava as contas ela foi para o carro ai o senhor se aproximou de mim, tentei disfarcar e fugir mais ele nao deixou, ele me chamou e disse que queria falar comogo, meu coracao disparou entao falei pois nao? ele entao disse que sabia que era um homem inteligente e liberal que eu nao ficasse nervoso pois nao me colocaria em situacao desagradavael mais o fato e que apreciava muito a minha mulher e que nao aguentava mais essa situacao e que gostaria de conversar conosco se posivel,

fiquei nervoso pois ele foi muito direto, meio sem saber o que fazer disse a ele que tudo bem que poderiamos conversar a noite em minha casa, entao ele perguntou se nao poderia ser agora, fiquei sem acao entao ele me disse olha meu rapaz tenho uma proposta para te fazer, falou isso e puchou uma maquina fotografica de uma bolsa.

fiz uma aposta de mil reias aqui no mercado com os funcionarios se eu conseguir uma foto dela pelada eu ganho, se voces aceitarem eu dou metade disso para voces, entao fiquei surpreso com aquilo e neguei disse que era um absurdo, entao ele engrossou e falou para mim, absurdo e voce vir com sua mulher aqui com essa roupa de vagabunda e ficar me aticando, nao sei o que vai mudar pois todo mundo aqui sabe que voce e corno e su mulher uma safada de marca maior, ate as mulheres e se voce nao aceitar vou inventar um monte de coisas e voces nao poderam amis vir aqui, falou isso e me disse e olhe aqui vou fazer o seguinte te dou os mil reias nao quero nada, vamos la cara o que custa ta doido mesmo pra ver sua mulher me chupar nao ta?

que loucura a migos eu balancei a cabeca positivamente nao consegui controlar o meu tesao entao o convidei para o nosso carro.

minha mulher quando o viu ficou sem entesder, saimos em direcao a nossa cas e no caminho eu fui explicando a ela que nao abria a boca um minuto sequer, estava nervosa mais ao mesmo tempo com muito tesao pois conheco a minha safada.

ao chegarmos em casa fomos para a sala e ai perguntei entao e agora, agora ele me falou segura essa maquina aqui e vai tirando as fotos, tem vinte e quatro ai, falou isso e foi agarrando minha mulher e tirando toda a sua roupa, eu fui clicando tudinho entao ele achupou todinha e a fez cupalo ate gozar em sua boca, eu fotografei tudinho queria que houvesse mais uns dez filmes para prorrogar aquilo ao maximo, minha mulher nao deixou ele penetrala disse que outro dia talvez foi uma pena mais o fato e que ele ficou de voltar, nois anda nao voltamos ao mercado mais faremos isso essa semanna, quando houver outras novidades faremos outro relato, espero que tenham gostado.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

Outros contos de autoria deste autor adrianosimonett

Ultimos contos escritos por adrianosimonett »

Pesquisa