Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Voce ja acessou o contoerotico 2 vezes! Para acesso ilimitado em nosso site seje um assinante vip

SURPRESA NA CHÁCARA – Parte 2

  • Enviado: 23 de fevereiro de 2004 21:51

Corpo do conto

Descobri que uma das grandes desvantagens de estar transando com cinco ao mesmo tempo, é que enquanto os últimos estão te comendo, os primeiros já tiveram tempo de se recompor… e a única que ficava sem trégua nenhuma era eu.

Quando todos terminaram, Ricardo desamarrou minhas pernas, deixando apenas meus braços algemados à cabeceira da cama. Mandou que eu descansasse um pouco enquanto ele e os demais combinariam qual seria a próxima brincadeira que fariam comigo. Saíram todos para a sala, deixando encostada a porta do quarto para que eu não pudesse ouvi-los.

Quinze minutos depois, eu já havia adormecido de tão cansada, quando eles voltaram e Ricardo me acordou com um tapa na coxa. Tirou minhas algemas e perguntou-me se eu iria cooperar com eles ou se teriam que me imobilizar novamente. Como meus pulsos já estavam doloridos, disse que eu iria fazer o que mandassem, que não precisavam me algemar novamente.

Aí ouvi a voz do Jorge dizendo… “então cadela, sobe na cama, fica de quatro e empina bem essa bunda gostosa pra gente, e implore pra que a gente arrombe ele.”

Não sei explicar… mas o jeito dele falar aquilo me encheu de tesão. Obedeci ficando de 4 na cama, toda empinada e pedindo pra eles arrombarem meu cu…

Fiquei sabendo depois, que eles haviam sorteado na sala a ordem de quem comeria meu cu primeiro. Ricardo pegou uma pomada KY, lambuzou bem a entrada do meu cu e disse pros demais que eu estava pronta. E assim, um a um eles vieram… primeiro o Jorge, depois o Marcelo, depois o Ricardo, Gustavo e por último o Sérgio.

Quando o Sérgio terminou o dia já estava quase amanhecendo. Mandou que eu fosse ao banheiro e tomasse um bom banho. Dessa vez fiquei sozinha lá e apesar de estar com as pernas bambas, me senti mais a vontade pra me lavar…

Quando saí do banho, voltei ao quarto e vi que os outros tinham saído e só estava o Ricardo, recostado à cabeceira da cama, fumando um cigarro.

Ao me ver entrar, ele apagou o cigarro e mandou que eu apagasse a luz e me deitasse na cama. Fiz o que ele me mandou, ainda meio desconfiada, sem saber se tudo havia terminado ou se teria mais alguma surpresa. Me deitei e fiquei de lado, encolhida, de costas para ele. Ele então se deitou também, e afagou carinhosamente meus cabelos. Me puxou delicadamente para junto dele, fazendo-me virar e encostar minha cabeça no seu peito, enquanto afagava meus cabelos. Num sussurro me perguntou se eu estava bem, e eu meneei com a cabeça dizendo que sim. Então envolveu-me com seus braços e sussurrou baixinho… “então durma, meu anjo…”

E envolvida pelo seu abraço, eu finalmente adormeci…

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: boa menina
  • Membro desde: 23 de fevereiro de 2004

Outros contos de autoria deste autor boa menina

Ultimos contos escritos por boa menina »

Pesquisa