Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Tipo do usuario: guest

O Peão

  • Enviado: 25 de abril de 2013 11:37

Corpo do conto

Sou um cara casado, empresario, cinquentão, bem sucedido; quem leu minhas historias, vai saber que tenho uma chácara, e desde que meu caseiro o Sr. Abel teve que ir embora, fiquei eu mesmo administrando e cuidando pouco a pouco de minha chácara….mas chega a um ponto que os problemas ultrapassam nossa boa vontade em resolve-los…..sempre apareciam homens oferecendo por seus serviços, so de sentir o cheiro de cachaça eu os dispensava, num belo dia, me aparece uma senhora, perguntando se eu nao precisava de caseiro, que ela tinha um neto, que era acostumado a lida no trabalho de campo, nao tinha vicios, ele era criado por ela, moravam numa casinha de aluguel,que eles pagavam fazendo bicos, ela de domestica ele de “faz tudo”…..pedi a ela que trouxesse seus documentos, os documentos dele, telefones para referencias, essas coisas……Bem, vamos agora as apresentações, Dona Eva, tem 60 anos, viuva, com ótimas referencias, assim como seu neto o meu xará Edgar, rapaz forte, moreno, tem 21 anos, a referencia que trouxe era de uma fazenda de um amigo meu, foi facil consulta-la….contratados, e devidamentes acomodados numa casinha que tenho anexo a chacara, ja se passavam mais de dois meses que trabalhavam comigo, eu e o xará viviamos trocando ideias, enquanto Dona Eva, cuidava de uma horta que fez, fazia comidas deliciosas, rabadas, mocotó, buchada, bobós….etc, eu ja estava engordando….rsrsrs. Meu xará me propos comprar uma vaca, assim teria leite fresquinho, fui na fazenda do meu amigo, onde ele havia trabalhado, e comprei uma, ele estava acostumado mesmo, a chacara parecia outra, criações, horta, bem capinada, moeirões pintados, numa tarde de sabado, enquanto arrumavamos uma cerca, Edgar me perguntou porque minha esposa nao ia lá, eu falei que ela gostava de praia, que eu que gostava do campo, aproveitava para ficar os fins de semana longe da encheção de saco da cidade, da mulher; ai foi a minha vez de perguntar, e ele porque nao saia nos fins de semana, depois do trabalho, ele falou, que de vez enquando dava uma escapolida noturna, mas como era longe da cidade, ele evitava, que a unica coisa ruim era ficar sem mulher…..nesse exato momento meu cuzinho piscou…..mas eu me contive no trabalho, e voltamos para a casa; mais tarde, quando meu Xará estava tirando leite, me aproximei, admirando sua eficacia em tirar o leite, sentado num banquinho, shorts, sem cueca, enquanto suas mãos manuseavam com destrezas as tetas, sua piroca meio flacida balançava aparecendo entre as pernas, para provocar, iniciei um papo de duplo sentido, em tom de brincadeira, falei que ele parecia ser bom na punheta, do jeito que ele segurava na teta….ele riu, continuou a tirar o leite, perguntei se ele nunca havia mamado diretamente na fonte, ele falou que nao precisava, demonstrando espirrou um jato de leite direto na boca, eu quis experimentar, me agachei quase entre as pernas dele, enquanto, ele espirrava leite na minha boca aberta…..”casualmente” minha mão apoiada no banquinho que ele estava sentado, encostou em sua piroca, ainda mole, porem mais grossa, ele espirrava leite na minha boca, minha mão resvalava naquela piroca….a ponto de eu segurar e ela ja estar a ponto de bala…me levantei e pedi para ele levar o leite para a avó dele ferver, e ir na casa grande…..sai na frente, chegando em casa, tomei uma ducha gelada, vesti meu roupão, sem nada por baixo, quando sai do quarto, ele ja estava na cozinha….falei que tinha adorado o leitinho……que queria mais vezes….ele respondeu que na hora que eu quizesse era so falar, que se eu quizesse aprender a tirar ele me ensinava…olhei, o danado estava excitado…..perguntei se ele queria me ensinar agora, ele balançou a cabeça afirmativamente, chamei para o quarto, tranquei as portas e janelas, pedi para chegar perto de mim sentado na cama, segurei pela piroca, a mamei, me deliciando com linguadas por todo aquele corpo duro e quente…….(continua)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: edmar borsato
  • Membro desde: 21 de dezembro de 2012

Outros contos de autoria deste autor edmar borsato

Ultimos contos escritos por edmar borsato »

Pesquisa