Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Meu amigo me viu no banho…

  • Enviado: 8 de abril de 2011 13:36

Corpo do conto

Meu amigo Edson, que mora no Sul, veio a nossa cidade para fazer um concurso desses muitos que andam existindo por ai. Fui buscá-lo no aeroporto, era uma sexta feira, o concurso seria no sábado. Ele ficaria em nosso Apê e depois da prova já ia direto para o aeroporto.

Ele chegou às 15h30m. Ficou super-feliz em me ver ali. Quando nos dirigíamos para o carro, ele observou que eu estava sendo devorada pelos olhos de quase todos os homens… também pudera, estava com um shortinho jeans e uma camiseta azul clara, sem sutiã, o que deixava meus biquinhos bem salientes…

Eu disse a ele que já estava acostumada e nem ligava muito pra isso não. Mas acho que ele também estava gostando do que via, porque voltou a fazer comentários sobre meu corpo enquanto vínhamos do aeroporto até nosso apartamento. Elogios sempre fazem bem ao ego, não concordam? Acabei gostando de ouvi-lo tecer comentários sobre minhas pernas, meu bumbum e meus biquinhos. Com o rabo do olho, eu vi que ele estava de pau duro, aquele volume que se via sob a calça jeans dele era muito sintomático.

Eu sempre gosto de ver… é um pecado, será? Se eu tinha ido ao aeroporto sem segundas intenções, passei a tê-las depois que vi o estado do meu amigo.

Bem, chegamos em casa, eu o alojei no quarto de hóspedes e o chamei para a copa, para tomarmos uma cerveja geladinha. Aquilo ajudou ainda mais o papo a ficar mais sensual… ele não tirava os olhos dos meus biquinhos. E quando eu me levantava para pegar mais cerveja, eu me sentia comida pelos olhos dele para minha bunda e pernas.

Perguntou-me se o Kaplan demorava. Eu disse que só lá pelas 19, 19 e 30 é que ele estaria em casa. Isso significava que ainda tínhamos duas horas a sós. Acho que ele gostou de saber disso.

Resolvi ir tomar um banho. Falei com ele para ficar à vontade e fui caminhando para o banheiro e já tirando a blusa, assim, ele me viu de costas, só de shortinho. Sei provocar um homem, não sei? Entrei no chuveiro, tomei meu banho, mas tive o cuidado de deixar a porta do banheiro apenas encostada, estava torcendo para ele entrar, mas ele não entrou…

Meio decepcionada, terminei o banho, me enrolei na toalha e sai para o quarto. Qual não é minha surpresa ao vê-lo, peladão, deitado em minha cama, de pau duro? Parei e fiquei olhando… era um pau bonito, nem grande nem pequeno. 17 cm? Creio que sim, ou uma medida muito próxima disso.

- Vem, Meg… ele é todo seu…

- Nossa… ele já está assim?

- Claro… depois de te ver tomando banho, como queria que ele ficasse?

- Você me viu? Não reparei…

- Irresistível… porta meio entreaberta, barulho da água… eu tinha que olhar… por isso ele está assim, vem cá… ele é todo seu…

Como recusar uma fala dessa? Fui correndo para a cama, segurei o mastro e senti a dureza dele. Olhando bem nos olhos dele, eu abri a boca e fui me dirigindo para a cabeça, engolindo-a toda. Depois tirei e usei a língua para lamber em volta da glande e depois lamber o mastro, desde as bolas até a cabeça. Fiz isso umas três vezes, arrancando gemidos dele.

Ele abriu a toalha na qual eu estava enrolada. Olhou minha xotinha e mais que depressa começou a lambe-la. Ai foi a minha vez de gemer… que chupada gostosa que ele me deu… deitei-me na cama e ele não pensou duas vezes para me penetrar. Levantou minha perna direita, deixando minha xotinha escancarada para que seu pau mergulhasse dentro de mim.

Fizemos tudo que tínhamos direito. Sentou-me no pau dele, de frente para ele e bombava enquanto segurava meus seios. Levantava o corpo e vinha beijá-los. Depois torceu meu corpo, ainda com o pau dentro, e me fez ficar de costas. Levantou o tronco, segurou em meus seios e me pediu para pular. Fiz isso com grande prazer e aí consegui meu primeiro orgasmo.

Mas ele ainda continuava firme. Me fez ficar de ladinho e ai foi meu cuzinho o premiado com o cacete, enquanto sua mão percorria minha xotinha, me excitando e me fazendo gozar uma segunda vez. Daí ele tirou o pau e masturbou-se em minha frente, derramando tudo em meu corpo.

Resultado: tive de tomar outro banho, só que dessa vez acompanhada. Ele me carregou até ao chuveiro, me deu um banho comum e depois um de língua. Retribui do mesmo jeito e pude ver o cacete crescendo de novo ao contato de minhas mãos e de minha boca.

- Mais uma?

- Quantas mais você quiser, Edson…

E assim eu me inclinei, me apoiando nas paredes do boxe, para que ele pudesse me penetrar a xotinha, por trás. Contei 326 estocadas, acreditem, é verdade, 326 estocadas até que ele gozasse de novo. Eu já estava completamente arrombada, não aguentava mais. Então terminamos o banho e voltamos para a copa, para tomar mais cervejas enquanto esperávamos meu marido chegar.

No Responses to “Meu amigo me viu no banho…”

  1. taradecunhada on 10 de abril de 2011 @ 20:43

    Que delcia de conto… um dia consigo uma namorada que curta meus amigos assim, rsrs

  2. adoro putinha gostosa que saber provocar um homem

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Pesquisa