Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Tipo do usuario: guest

Madrasta Gostosa

  • Enviado: 1 de maio de 2011 15:26

Corpo do conto

Relato abaixo fatos baseados em uma história real que teve início no mês de março deste ano de 2011.

O que relato são baseados de como aconteceu.

Meu pai é separado de minha mãe há mais de 10 anos, eu moro com minha mãe e outros irmãos na cidade do Rio de Janeiro, tenho 25 anos.

Em julho do ano passado viajei-me para Altamira no Pará com objetivo de visitar meu pai que há mais de 10 anos não via, não foi difícil achar sua casa e passei quase um mês com ele.

Meu pai vivia amigado com uma bela mulher a qual me despertou muitos desejos, mas eu não deixei que ela desconfiasse que eu a desejava, ela uma mulher muito bonita com seus 42 anos e tem uma única filha com 23 anos também muito linda.

Em minha volta para o Rio de Janeiro, passei a conversar com minha madrasta bem como sua filha pelo MSN e foi no dia 27 de janeiro, data de seu aniversário que pelo MSN e pela webcam eu e minha madrasta começamos a despertar nossos sentimentos e neste dia disse que ela estava muito bonita e gostosa, falei que queria vê-la só de calcinha e ela prontamente exibiu seu belo corpo para mim, dias após passei-me a masturbar-me frente da webcam com ela me assistindo, também presenciava ela nua se masturbando para mim.

A vontade de tê-la em meus braços era muita e foi no dia 04 de março de 2011 sexta feira, estávamos conversando pelo MSN quando ela disse que meu pai estaria viajando no sábado dia 05/03 a trabalho e estaria indo para Salvador-BA e ia ficar lá até quarta feira dia 09/03, de imediato disse que ia largar tudo que estivesse fazendo e ia viajar para Altamira, disse que ia ficar em uma pousada e que no sábado ficava apenas aguardando um telefonema dela para ir para sua casa e passar estes dias com ela.

Fui para Altamira e fiquei em uma pousada e aguardava ansiosamente o seu telefonema quando por volta das 10 horas da manhã ela me liga dizendo que meu pai já tinha viajado, deixei a pousada e fui direto para sua casa, bati na porta ela abriu ela estava linda com um shortinho branco e blusa preta. Entrei e já fui abraçando-a e beijamos na boca, levei logo a mão na perseguida, ela falou vamos conversar primeiro, eu disse com o tesão que estou e a ansiedade de te levar para cama quero que seja agora, ela deu um sorriso.

Ajoelhei-me em sua frente e levei o rosto e boca em sua perseguida, fui desabotoando e puxando seu short, ela disse que estava suja e ia tomar um banho, perguntei se ela tinha transado com meu pai antes dele ir viajar e ela disse que sim. Agarrei ela e disse que isto era bom porque agora ela ia ver quem faz melhor, ela novamente deu um lindo sorriso.

Fomos para o banheiro, eu despi-me e entrei embaixo do chuveiro, ela no que me viu nu falou hum, eu perguntei é maior ou menor do que o dele, ela disse maior e mais grosso ela despiu-se e veio também para baixo do chuveiro abraçamos e começamos uma sacanagem gostosa, eu passava a mão e alisava seu grelo enquanto beijava e mamava em seus seios, agachei-me e coloquei a boca em seu grelo e a fiz delirar, depois foi a vez de ela agachar-se e me chupar, colocava o pênis entre suas pernas sem penetração, roçava em seu bumbum e a sacanagem prolongou por longo tempo, fechamos a águas e fomos molhados para a cama, novamente muita sacanagem, deitei-me e ela veio me chupando puxei-a para mim e fizemos um delicioso 69, tirei ela de cima de mim subi em cima dela comecei a passar o pênis em seu clitóris e fui penetrando-a de vagar, começamos o vai e vem, ela muito gostosa e quente na cama me deixava louco, cheguei ao êxtase gozando dentro dela, foi a primeira vez que transei com uma mulher sem usar preservativos.

Perguntei se ela tomava anticoncepcional para evitar gravidez, ela respondeu que sim, perguntei se ela havia tomado ela disse que não, perguntei se ela ia tomar e ela respondeu me perguntando se eu queria que ela tomasse ou não, na hora falei que não queria que ela tomasse e voltamos a transar e conversar.

Ela disse que só havia transado com duas pessoas sem preservativos, uma foi o pai de sua filha e o outro eu, perguntei de meu pai e ela disse que sempre transavam com preservativos, perguntei quem era melhor na cama e ela disse ser eu e que as relações com meu pai não existiam carinhos, pois ele sentia nojo em colocar a boca.

Fomos para a cozinha e transei com ela em cima da mesa, na escada, no chão, no sofá, embaixo do chuveiro, etc…, gozei muito na perseguida, nos seios, na boca e fiz o mais delicioso anal, fui contemplado, pois fui o primeiro homem a fazer sexo anal com ela.

Passei a dormir e acordar ao lado dela e, a qualquer hora do dia ou de noite, transávamos. Como meu pai estaria chegando à quarta feira dia 09/03 e eu pretendia ficar até domingo 13/03, liguei para meu pai no dia 08/03 e disse que estava indo para sua saca e iria voltar no domingo. Ele disse que estava em viagem e que chegava à quarta feira dia 09, mais eu podia ir para sua casa e disse que ia avisar minha madrasta, o que ele não desconfiou é que eu liguei enquanto fazia amor com minha madrasta.

Meu pai voltou, mesmo assim eu não parei de ter relações com minha madrasta.

Com meu pai em casa ficava sempre no terraço com ela, pois lá existem aparelhos de ginástica e ela gosta muito de exercitar e mesmo sabendo que meu pai estava em casa transei com ela diversas vezes no terraço.

Voltei para o Rio de Janeiro somente na segunda feira dia 14/03, como era caminho em voltar passei na casa da filha de minha madrasta, mais uma vez fui tentado e quase transei com sua filha, só não aconteceu porque ela estava naqueles dias, mais rolou uns beijinhos.

Sua filha também é deliciosa!

Ontem à tarde minha madrasta me deu uma notícia, que me deixou muito contente e preocupado, ela disse estar grávida.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: Brotersister
  • Membro desde: 6 de março de 2011

Outros contos de autoria deste autor Brotersister

  • Nenhum outro conto escrito por este autor encontrado.
Ultimos contos escritos por Brotersister »

Pesquisa