Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Tipo do usuario: guest

Incesto

  • Enviado: 7 de dezembro de 2001 01:09

Corpo do conto

Lendo alguns relatos de incesto desta hp, resolvi compartilha a experiencia que tenho vivido, tenho 18 anos e vivo com minha mãe, uma mulher de 36 anos que é uma maravilha, à 4 anos meu pai morreu num acidente de automovel, ela tinha então 32 anos e eu 13, no inicio sentimos muito sua falta, pois ele era uma ótima pessoa, muito dedicado á nós, bem, com sua morte minha mãe entrou numa terrivel depressão, não conseguia mais trabalhar, ficava pelos cantos da casa triste, passava as noites em claro, etc, com isso nos aproximamos bastante, pois agora eramos só nos dois, passado mais ou menos um ano do acidente minha mãe ainda sentia-se muito só, nesse tempo todo ela não teve mais ninguem, e provavelmente por ser uma mulher ainda jovem sentia a necessidade de ter um homem com ela, certa noite estavamos vendo tv, chovia muito e derrepente faltou a luz, aguardamos uns 20 minutos e nada de voltar a energia, como já se passava das 23 horas disse-lhe que iria dormir, ela disse que tambem iria, fui ao banheiro como de costume antes de dormir e assim que sai ela já estava em seu quarto, ao passar pela sua porta ela me chamou e me pediu que naquela noite não gostaria de dormir sozinha pois estava sentindo um pouco de medo, devido á escuridão e á chuva forte que não parava, brinquei com ela e disse que tudo bem, só iria ao meu quarto e voltaria logo, nesse meio tempo nem imaginava o que estava por vir, pois nunca me passou pela cabeça ter qualquer relação com minha mãe que não fosse a normal de mãe e filho mesmo, chegando ao seu quarto fui logo me deitando, estava frio e ela estava toda coberta, eu estava só com o calção do pijama, não gosto de dormir de camiseta, bem, deitei-me ao seu lado, ela se aproximou de mim e começou a dizer coisas do tipo que estava se sentindo muito só, que tinha medo de arrumar outro homem, etc, começou então a passar a mão pelo meu corpo e a se encostar mais em mim, só ai pude notar que ela estava nua, comecei a ficar de pau duro e meio sem jeito tentei me afastar, ela percebeu e me disse para que não tivesse medo, que ela me amava muito, começou então a me beijar e a me dizer palavras carinhosas, logo eu estava retribuindo seus beijos e quando fui perceber meu pau já estava pra fora e ela o estava acariciando, fiquei com muito tesão mais com muito medo tambem pois até então eu nunca tinha estado com uma mulher, comecei a passar a mão em seu corpo enquanto ela me tocava também, aos poucos fui descobrindo seus seios, suas coxas, bunda e finalmente sua buceta, quando toquei em sua buceta me deu uma sensação tão gostosa que não esqueço até hoje, não sei nem como descrever, passei bastante a mão em sua buceta aí ela disse se eu a queria comer, de imediato disse que sim, ela então se ajeitou na cama me pediu para subir em cima dela e ela mesmo pegou meu pau e enfiou em sua buceta, ela já estava bem lubrificada e meu pau tambem pois acho que já havia gozado antes, enfiei tudo e comecei o vai e vem, comecei tambem a beija-la e a chupar-lhe os seios, ela tem os seios bem bonitos, nem grande nem pequenos com um bico que é uma delicia, ela gritava de prazer, me dizia que já estava até esquecendo o quanto era bom foder, me dizia que eu iria ser seu homem agora e tudo mais, eu não estava nem prestando atenção só tinha pensamentos para aquela buceta que eu estava fodendo e aquele corpão maravilhoso que eu tinha ali só para mim, fodemos por não sei nem quanto tempo naquela noite, foi a melhor noite de minha vida, quando acordei ela ainda estava dormindo, toda descoberta, tinhamos deixado as luzes acesas e com o retorno da energia o quarto estava todo ás claras, foi então que pude ter uma visão inesquecivel, minha mãe deitada ao meu lado totalmente nua, com a bunda para cima, comecei a passar a mão em sua bunda, não resisti e enfiei um dedo em seu cu, ela acordou com a penetração, perguntou-me se eu queria mais ainda, lhe mostrei meu pau durissimo e disse que sim, ela então propos que fossemos tomar um banho juntos e que lá iriamos nos amar mais, fomos para o chuveiro e começamos a nos esfregar um no outro, estava então com o maior tesão, sua pele molhada ficava mais gostosa ainda, ela abriu o box e se apoiou com as mãos na pia e ficou com aquela linda bunda para cima, passou o sabonete no rabo e pediu para eu fode-la no cu, encostei a cabeça no seu buraquinho que até então era pequeno (mais tarde soube que meu pai nunca havia comido seu cu), forcei um pouco e ele começou a entrar, ela gemia e gritava feito uma louca, meu pau estava entrando apertado o que me dava uma sensação de prazer ainda maior, estava com muito tesão, não me segurei e enfiei tudo, ela até chorou, comecei o vai e vem e logo gozei lá dentro mesmo, lhe abracei e lhe disse que a queria para sempre comigo, ela respondeu que era toda minha, que seria agora além de minha mãe também minha mulher, dei-lhe um beijo na boca, o primeiro de muitos que dou até hoje, já se passaram 3 anos desde esse dia e até hoje vivemos muito bem, ela está cada dia mais gostosa, faz ginastica para manter o corpo bem bonito para o filhinho, e eu também estou bem sastifeito, já tive outras mulheres mais a que realmente me sastifaz e a que me dá mais tesão é minha mãe.

One Response to “Incesto”

  1. djj

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Pesquisa