Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Flagra na cunhadinha

  • Enviado: 21 de agosto de 2009 15:20

Corpo do conto

Flagra na cunhadinha

Olá pessoal, meu nome é Marcelo, sou moreno, tenho 1,76 e peso 90 kg, moro com minha esposa e dois filhos pequenos no mesmo quintal que a minha sogra, que mora em casa separada com outros dois filhos um rapaz de 18 anos que se chama Paulo e que não é muito certo das idéias e minha cunhadinha que se chama Pamela e tem 20 anos com 1,62 de altura, moreninha com mais ou menos 56 kg, um tesão de menina fico doido só de lembrar aquela bundinha empinadinha e aquelas tetinhas durinhas com os biquinhos apontados para cima.

Ela trabalha durante o dia e faz faculdade a noite e quando chega da faculdade eu sempre dou um jeitinho de estar por perto só pra a ver chegar, pois ela vai pra faculdade parecendo uma princesinha.

Certo dia estava eu na net em um site de compras quando vi uma super oferta de uma caneta espiam, na hora já me passaram na cabeça varias sacanagens que poderia fazer com essa caneta e resolvi comprá-la e enquanto a encomenda não chegava eu ficava só planejando como eu iria usar a caneta, pensei em colocar no banheiro da casa dela no quarto dela em vários lugares onde eu poderia vê-La nua e me acabar depois na bronha.

Em fim a tão esperada caneta chegou e ai aproveitei um dia de sexta feira que não tinha ninguém na casa da minha sogra e entrei no quarto da minha cunhada e escondi a caneta em um lugar onde a visão seria privilegiada e a caneta não seria encontrada por ninguém e sai coloquei a caneta por volta das 10:00 hs da noite, pois a caneta só gravaria as imagens por seis horas.

Nesta noite nem dormi direito e no dia seguinte foi uma tortura, pois ninguém saia da casa para que pudesse pegar a caneta e em fim consegui no final da tarde. Corri para o meu PC conectei a caneta e comecei a assistir ao vídeo e dentro de uma hora chega a minha cunhada facha a porta do quarto e começa a tirar a roupa meu coração nesta hora dispara e minha boca enche d’água ela ficou peladinha e se enrolou na toalha e saiu do quarto para tomar um banho, meia hora depois chega ela toda cheirosa tira a toalha e começa a se secar, e eu a esta altura já estava com a pica na mão e os olhos vidrados na tela, e então ela começa a passar creme por todo corpo, nossa como ela é bela começou pelas pernas subiu pela barriguinha passou nas tetinhas e depois pegou um outro pote que não consegui identificar no momento espalhou o liquido na mão e começou a passar na sua chaninha, nossa nessa hora eu não agüentei e gozei feito louco, parecia um adolescente gozando pela primeira vez tamanha foi à quantidade de porra que ejaculei.

Terminando esta cessão de tortura da minha cunhadinha ela colocou uma causinha minúscula e ficou com os peitinhos de fora se deitou na cama com a bundinha para cima e bem de frente para câmera e começou a ler um livro, passando mais ou menos uns quarenta minutos minha sogra entra no quarto dela e lhe da um beijo e vai dormir até ai tudo bem, mais uns quarenta minutos depois entra o meu cunhado no quarto dela e fecha a porta com a chave e nesta hora eu achei que ela não tinha percebido o seu irmão entrar no quarto, e de repente ele chega à cama por traz dela e começa a subir suas mãos pelas pernas dela e quando chegou à sua coxa ela empinou aquele rabinho e ele caiu de boca lambendo todo aquele rabinho gostoso e eu fiquei pasmo com a cena não sabia se ficava com tesão ou com raiva dos dois, e então em certo momento ela se vira de frente para ele e começa chupar o seu pau, e eu ainda sem acreditar, (pois ele brigam muito em casa feito cães e gatos), mais eu confesso que não esperava que ela chupava tão bem um pau assim, pois ela passava a língua por toda sua extensão e depois colocava tudo de uma só vez para dentro aquele pau que deveria medir uns 18 cm e depois partiram para um 69 bem gostoso e logo em seguida ela o deitou na cama e começou a cavalgar aquele cassete que eu desejava que fosse o meu, nossa que delicia ela dizia baixinho e ele nada falava só fechava os olhos e mandava ver e então eu percebi que quem dava as ordens era ela, eu acho que era pelo fato dele ser um pouco lerdo das idéias, e depois ela ficou de quatro na beira da cama e ele veio por traz e começou a comê-La como uma cadela e ela falava baixinho COME VAI COME ESSA BUCETINHA GOSTOSA DA SUA IRMAZINHA SEU PAUZUDO GOSTOSO, VAI ME PUXA PELA CINTURA E ME FODE GOSTOSO e antão ela começou a gozar AIIIIIIII QUE DELICIA HAIIIIIIII ISSO COM FORÇA QUE EU TO GOZANDO SEU RETARDADO E ELE DISSE QUE IA GOZAR TAMBEM E ELA RAPIDAMENTE SAIU E COMESSOU ACHUPAR O SEU PAU E ENGULIR TODA AQUELA PORRA SEM DEIXAR CAIS NENHUMA GOTINHA NO LENÇOL e dizia ai como você ta cada dia melhor seu puto safado, ele ainda nem tinha se refeito de seu gozo e ela disse, agora vai embora que estou com sono e quero dormir vai anda amanha tem mais, e então ele saiu e ela colocou novamente sua calcinha minúscula e apagou a luz e depois não vi mais nada.

Quando acabei de assistir tudo aquilo e ainda meio perplexo com o que vi comecei a bolar um plano para chantageá-La, mais isso eu conto uma outra hora!!!!

gartner26@hotmail.com

No Responses to “Flagra na cunhadinha”

  1. lindo conto viu?

  2. sou tarado pela minha cunhada, como fao para ter um momento tao especial quanto ao seu? sou casado e minha cunhada tbm. me responda por favor. adorei o conto.

  3. gostei muito do conto. sou tarado pela minha cunhada; como fao para tela sem correr nenhum risco, me responda por favor email: jhonleto@hotmail.com

  4. Cara, que delcia de conto…gozeiii de monto… J transou a cunhadinha!!! parabns
    kzal_carapicuiba@hotmail.com

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por:
  • Membro desde: 1 de setembro de 2014

Outros contos de autoria deste autor

Ultimos contos escritos por »

Pesquisa