Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Empregada Domestica

  • Enviado: 21 de fevereiro de 2012 10:57

Corpo do conto

Ola, meu nome é Vanessa, Já faz tempo que leio os contos aqui, mas resolvi contar os meus. Tenho 18 anos, sou magra, 1,62 e cabelo castanho claro, quase loira.

A minha historia começa quando eu fiz 18 anos e resolvi procurar emprego, respondi a um anuncio para empregada domestica e me chamaram.

Falei com a dona da casa e ela me explicou que a vaga era para uma empregada a tempo inteiro todos os dias, tinha mesmo que dormir na casa, mas teria o meu quarto com salinha e tv e computador. Ela procurava uma empregada mais experiente, porque queria que essa pessoa soubesse cosinhar, arrumar, limpar a casa e servir à mesa.

Eu expliquei que eu tinha crescido num restaurante dos meus pais e que sabia fazer isso tudo e ela me deu uma chance de provar e nesse mesmo dia eu fiquei para preparar o jantar.

A familia é pequena, são apenas 3. A minha patroa, tem 42 anos, e é uma mulher elegante, o marido dela tem 45 e o filho deles com 18 anos.

Nessa noite fiz o jantar eles adoraram e entao me contrataram. Desde essa altura tenho tratado de tudo sem qualquer problema.

Mas certo dia eu estava em casa sozinha e já com tudo pronto e fui para o meu quarto, e fazia tempo k eu não estava com ninguem e como estava só deitei-me na cama e comecei a me tocar, eu estava tão excitada com o k fazia que nem dei conta da minha patroa entrar em casa e veio ter comigo ao quarto e viu-me deitada na cama, nua me tocando.

Quando vi que ela ali estava fiquei sem geito e pensei que ela me iria mandar embora, mas ela riu-se e sentou-se ao meu lado e falou comigo.

Falamos tanto sobre isso que no final eu ja estava destapada a falar com ela e sentia-me perfeitamente à vontade.

A dada altura ela em tom de brincadeira perguntou-me como eu me sentiria se eu participasse com ela e o marido em algumas “brincadeiras”, entao confessou que ela gosta de algmas fantasias com o marido dela e que já algum tempo gostava de alguem assim. A minha preocupação foi o filho dela, mas ela respondeu logo que ele já tem 18 anos e namorada.

Ela ei preceber a minha indecisão, pegou na minha farda e levou com ela e disse-me… hoje vais fazer o jantar e servir assim como estas agora.

A minha reação foi sorrir e dizer que sim, nem pensei.

Quando o marido chegou mais o filho já estava tudo pronto para o jantar e quando comecei a servir à mesa ficou um silencio total. entao a minha patroa perguntou a eles o que achavam da minha nova farda. Eles disseram que gostavam muito e que gostavam que fosse para sempre. Eu confesso que estava muito excitada e molhada.

Depois de terminar o jantar e de arrumar tudo a minha patroa foi até ao meu quarto falar comigo e perguntou como eu me tinha sentido.

Eu respondi que me tinha sentido muito bem e não me importava nada de repetir.

Entao ela sorriu e definiu novas regras em casa:

-Eu teria de andar sempre nua, com exceção a cozinhar.

-Mesmo com pessoas em casa eu andaria nua, a não ser que ela me avisasse

-O mesmo para o filho dela e os amigos dele

-A porta do meu quarto estaria sempre aberta e disponivel para todos os elementos da casa

-Caso eu sai-se à rua sozinha ou acompanhada em situação alguma eu usaria calcinha ou sutian.

Eu aceitei tudo, entao ela me levou à sala e explicou a eles como iria ser dali para a frente.

Eu estava muito molhada, mesmo.

Começava ali a minha vida como empregada domestica para todo o serviço.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: nessinha94
  • Membro desde: 21 de fevereiro de 2012

Outros contos de autoria deste autor nessinha94

Ultimos contos escritos por nessinha94 »

Pesquisa