Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do BRASIL estão aqui!

Tipo do usuario: guest

Deflorei minhas Primas

  • Enviado: 20 de março de 2017 06:08
Deflorei minhas Primas
Deflorei minhas Primas - Image 1

Corpo do conto

Esse será meu primeiro conto de alguns que irei relatar, tenho 33 anos sou moreno 1,60 de altura 55kg, corpo atlético, minhas primas K tem 18 anos loira, 1,75 de altura olhos verdes, cabelo até a bunda, magra, seios médios bicudos, bunda pequena empinada e é técnica de enfermagem e a G tem 18 anos 1,55 de altura, gordinha, cabelos ruivos, seios grandes (naturais) e firmes, bunda grande estudando pra ser enfermeira.

O conto que vou conta aconteceu ano passado depois que passei por uma cirurgia, no braço esquerdo, e fiquei 3 meses sem podem sair e acabei perdendo a minha namorada.

Tudo começou quando minha mãe precisou viajar e pediu pra minhas primas ficassem em casa pra me ajudar em alguma coisa, eu e a K sempre se olhavam de forma diferente e a G tinha ciumes por que eu era mais solto com a K.

Um dia K e G foram em casa pra dormirem lá e também pra cuidarem de mim como minha mãe tinha pedido, era uma sexta-feira, perguntei por que elas não estavam com seus namorados

– K: eu não prefiro ficar com meu primo querido que precisa dos meus cuidados particulares.

– G: estou aqui pra cuidar de você.

– EU: Calma moças não precisam brigar.

Fui levanta pra tomar banho e elas não deixaram, K na hora falou que eu iria tomar banho na cama assim não precisava fazer força, e G confirmou.

K foi no banheiro pegaram um pouco de água do chuveiro e o sabonete e enquanto G foi pegar um pano e a toalha, elas voltaram e enquanto a G ia preparando o pano passando o sabonete nele, K foi tirando a minha camisa e a minha bermuda.

Eu estava com uma cueca box vermelha, e ela viu o volume por dentro da cueca, tenho um pênis de 19 cm e grosso, elas nunca tinham me visto desse jeito, apesar de brincar muito com K sempre foi com respeito, até aquele momento, ela foi pra tirar a minha cueca.

– Eu: acho que não precisa de tudo isso a cueca pode ficar neh.

– K: não, não precisamos cuidar e limpar tudo não é mesmo G?

– G: sim isso mesmo.

K tirou a cueca e ficou olhando por um tempo fixamente pra ele pediu o pano para G e começou a limpar por ele, massageando meu pau e indo pra cima e pra baixo batendo uma punheta praticamente, meu pau foi ficando duro e como fazia uns 3 meses +/- que não ficava com ninguém e K sabia, e ela vou vendo o volume a cresce na mão dela, ela parou.

Olhou pra G e pra mim, K viu que estava quase duro, tirou o vestido ficando apenas de calcinha e espartilho pretos com detalhes vermelhos, dando ao entender o que ela queria e a G tbm tirou ficando com calcinha e sutiã vermelhos.

K já foi colocando o pau na boca e a G começou a me beijar, na hora fiquei sem reação, mas depois fui passando minha mãos no corpo de G e ela vem e coloca a sua buceta na minha boca, ao ver aquela buceta chegando perto bem fechadinha, comecei a chupar ela, G começou a da gemidos de leve, aiiii, hummm.

K chupando meu pau me deixando louco, logo esculto ela a falar que não dava pra colocar tudo por que era muito grosso G pede pra mudar de lugar com ela, e a buceta de K era mais fechada ainda.

Ficou assim por um tempo até que K gosa na minha boca dando um gemido bem alto Hummmm aiiiii gostosoooooo, e fala que qr senti o meu pau na buceta dela mas esta com medo que era apertadinha e nunca tinha dado ela.

Com cuidado e bem de vagar com ajuda de G cai vai sentando no meu pau que estava já bem duro e molhado de tanto G tinha babado nele e a cada centimetro q K descia G ia lambendo o meu pau e a buceta dela, K começou a chorar de dor, mas continuava mesmo assim ela gemia alto uma mistura de tesão e dor, e a G olhando e lambendo pra ajudar a aliviar e entrar mais fácil.

Quando estava mais ou menos no meio ela subiu um pouco e desceu, a cada centimetro que ela ia fazendo isso ela gemia cada vez mais alto, até que ela sem querer perde a força mas pernas e desce de uma fez, dando um grito de dor enorme, Aiiiiiiii a minha buceta e senti algo descendo no meu pau na hora que ela sobe era sangue tinha tirado o cabaço da minha prima, ela começa a se recompor e a subi e desce devagar e G com os dedos mexendo no clitoris de K, pouca coisa depois daquela cena eu gozo na buceta de Ka enchendo completamente ela, que até escorre, fazendo G a lambe tudo o que sai.

K estava da mais alguma puladas em meu pau agora mais rápido e goza também, G pergunta como foi e ela responde divinamente, estou sem força praticamente, e ambas chupam meu pau pra limba ele e ativar novamente.

Quando meu pau fica duro de novo G fazem a mesma coisa que K, mas não quer ajuda, ela fala que quer senti de uma unica vez e praticamente pula em cima de mim entrando tudo de uma unica vez me fazendo goza na hora e senti uma pequena dor, ela da um frito de dor maior que de K, dessa vez acho que acordo os vizinho.

G vai pulando e aumentando o ritimo aos poucos até goza novamente e eu também, e elas limpam novamente meu pau, e peço pra que elas deixem eu comer seus cu lindos e gostoso.

Elas olham pro meu pau, e uma pra outra e K olha com uma cara de sacanagem e vai pro banheiro ….

Espero que gostaram depois relato como terminou, deixem ae seus comentarios

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: gatointerior
  • Membro desde: 16 de março de 2017

Outros contos de autoria deste autor gatointerior

  • Nenhum outro conto escrito por este autor encontrado.
Ultimos contos escritos por gatointerior »

Tinder e happn das acompanhantes!

Pesquisa