Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

Enviar Conto

comendo a novinha

  • Enviado: 29 de janeiro de 2013 13:38

Corpo do conto

Comendo a novinha

Ola sou o rangel nome ficticio porem o relato e veridico.
Sou alto forte moreno nao musculoso.
Vamos la trabalhava eu em um empresa de seguranca durante o dia e a noite trabalhava como motoboy e uma pizzaria.
Certo dia quando esperava sair as entrega chegou um casal na pizzaria para compra pizza.era um casal jovem um cara magro e pequeno e uma moça bem jovem tambem de pele morena clara e cabelos cacheado e um corpinho lindo.
Mais o que me chamou a altençao foi a forma dela me olha com leve sorrizo no rosto.
Nao disse nada so curtia ela me olhardo por cima do ombro o seu namorado ou marido nao sebia ate entao.
Passados dias tava eu entregando pizza quando me supreendo com a propria sentada na porta de sua casa, passei por ela so a olhei nao disse nada mas percebi ela me olhando.
Fiz a entegra e retornei quando passei por ela novamente a olhei fui ate poucos metro e retornei para fala com ela me apresentei e perguntei pelo seu nome ela respondeu ( Eliana mas nao posso ficar falando com vc pois meu marido esta pra chega e estou a agarda-lo) disse tudo bem mas posso ter seu telefone ela me passou o fone e fui embora.
Depois de algum dias passamos a nos falar.
Certo dia passando novamento pelo rua dela a encontro com um shortinho curto e uma blusinha pequenina.
Fui ter com ela e ela toda euforica me disse meu marido que me leva pra casa e eu nao quero ir. Estavamos em uma festa sai de la por causa dele e nao quero vou la. Me tire daqui. Eu disse para onde vc que ir ela disse qualquer lugar.
Ela subiu em minha moto e sai com ela fomos ate uma rua mas tranquila e ficamos a conversar logo comecamos a nos beija. Como estava eu a trabalha disse a ela que teria de ir. Ela falo quando vc sair me encontre aqui. Fiz como ela disse a encontrei no mesmo local.
Novamente eu perguntei a ela para onde vamos ela disse qualquer lugar. Madei ela subir na moto e parti para o motel que tem bem proximo de la.e um motel pequeno e simpres onde os caras de la costuma levas as meninas.
Quando entramos no quarto ela começou a dizer nao posso fazer issso sou casada.
Eu disse ja ta aqui que vc tem a perde. Ela aceitou e começou a me beija logo eu ja coloquei a mao na sua bunda que por sinal era durinha e redondinha. E apertava forte ela ja gemia dizendo que era bom comecei tirar sua roupa seus seios era pequenos poren durinho começei chupalos. Ela disse me deixe toma banho primeiro e se foi pro banheiro toda nua, deixando sobre a cama sua roupa foi que vi seu rg que nao cabia no bolso do short devido o short ser pequeno demais. Peguei e olhe ela tinha 18 aninhos. Fiquei meio sem saber se continuava ou desistia por ali mesmo.ja que eu tinha 27.
Parei e penssei ta na chuva e pra se molhar.
Quando ela saiu ja peguei ela e joguei sobre a cama e abri suas pernas e começei a xupala forte e ela gemia e apertava minha cabeça contra sua xoxota, fiquei de pe e dei mi rola pra ela chupa ela chupava mei que com nojo mais logo foi perdendo e sugava muito bem e ainda me olhava com uma cara de vadia, deitei sobre ela e comecei e penetra-la sua xoxotinha engoliu minho rola direitinho e comecei a fudela forte com bombadas que ela ate se jogava para frete devido a forca.
Depois de uns 15 a 20 min gozei nisso ela havia gozado tambem. Fui ao banheiro me lavei e voutei para ela ela pediu que a comece de quatro e quando olhei aquele cuzinho nao tive duvido que iria fudelo soquei na sua xoxota fiquei bombando por um tempo enquanto forçava seu cuzinho com o dedo so precionado sei penetrala.
Passei saliva na minha mao e pasei no seu anelzinho. Quando parei ela achou que tinha gozado. Coloquei na entrada do seu cuzinho e forçei ela deu um pulo e disse ai nao nei pro meu marido eu nunca dei.
Eu a olhei mas vai da pra mim ela disse tenho medo de doer. Falei relaxa e goza.
Ela voutou e fiquou de quatro coloquei novamente na entrada do seu anelzinho e forçei ela começou a reclama eu parava e forçava demorou pra entra mas consegui colocar tudo depois fiquei parado por um tempo ate ela se acostuma. E comencei e fazer movimentos de vai e vem cada movimento era um gemido. Derepente comecei a bombar forte seu cu e enves de gemer ela gritava dizendo para ta doendo eu nao parava depois ela parou de grita e so gemia e chorava ate que gozei no seu cuzinho ela se jogou na cama ficou ofegante quando se lenvantou para ir ao banheiro vi o lençou da cama sujo de sangue e percebi que tinha arombado o cu da novinha depois desse fomos emborra deixei a perto de sua casa e fui embora para minha casa. Depois disso nao tranzamos mais, mas sempre que ela passa pela pizzaria da uma rizadinha pra mim. Outro dia que a encontrei pela rua ela me disse que o marido dela soube eu que havia desvirginado o cu dela e ficou furioso.mas depois ate gostou pois desde entao ela nao parou mais de da o cu. Outras vez ela chegou a chupa minha rola dentro do meu carro mas nao passou disso.
Espero que tenha gostando tudo nesse relato e verdadeiro somente

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por:  
  • Membro desde: 18 de dezembro de 2012

Outros contos de autoria deste autor  

Ultimos contos escritos por   »

Pesquisa