Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do BRASIL estão aqui!

Tipo do usuario: guest

Aconteceu por acaso

  • Enviado: 28 de dezembro de 2003 23:29

Corpo do conto

Como o nome já diz, tudo aconteceu por acaso, a mais ou menos 3 meses. Bem deixe eu fazer as apresentações: Me chamo Marcos, 26 anos, loiro 1,85m de altura e 82 quilos, minha mulher, 23 anos loira, cabelos compridos, olhos verdes, 1,67m 54 quilos, seios médios e um corpo escultural. Tudo começou quando fomos a uma festa de formatura de um amigo nosso, e lá conhecemos um rapaz chamado Rodrigo, com quem fizemos amizada e percebemos certa simpatia. como a festa não estava lá estas coisas, convidamos Rodrigo para sairmos e dar uma esticada em algum barzinho. E foi o que fizemos. Lá pelas 2:00 da manhã, decidimos ir embora, Levaríamos então o Rodrigo até seu apartamento e iriamos embora, mas como o nosso apartamento ficava antes do do Rodrigo, quando nós passamos em frente, eu resolvi convida-lo para tomas mais uma cerveja, o qual ele aceitou de imediato. Então subimos os tres. Cabe uma pausa para dizer como minha esposa estava vestida, Uma blusinha de alça leve meio decotada, sem sutiã,uma saia preta acima do joelho e com um corte lateral, uma micro calcinha preta, meia fina e um sapato bico fino e salto alto, que fazia com que ela ficasse de bundinha arrebitada. Entramos, sentamos na sala e Bia foi até a cozinha pegar uma cerveja, quando voltou, ela se inclinou para nos servir, ela deixou a mostra seus lindos peitinhos, não me preocupei pois achei que havia acontecido sem querer e o papo continuou. Minha esposa foi até o som e colocou um CD de música lenta e me pediu para dançar com ela, pois ela estava com vontade de dançar e na festa de formatura não pode saciar a sua vontade. Então me levantei e comecei a dançar com ela e percebí que ela estava me apertando demais, (normal se nós estivessemos sozinhos, mas não estavamos) Quando terminou a música, fui me sentar e a trouxe para sentar junto comigo, quando começou outra música, ela me pediu se podia dançar com o Rodrigo, como não vi nada demais, pois eu estava alí junto, permití, e eles começaram a dançar. Logo comecei a observar que Bia o apertava muito e Rodrigo já demonstrava certa inquietação, mas deixei correr. Quando eu vejo novamente, o Rodrido está alizando a nuca da minha esposa e dando um beijo em seu pescoço, comecei a ficar irritado e com ciúmes, e logo percebí tambem que começava a me ecitar com a situação, eu alí sentado no sofá vendo a minha esposa nos braços de outro homem, percebí que meu pau começou a ficar duro, e eles se esfregavam cada vez mais. Pela formação de minha esposa, jamais imaginaria que ela seria capaz de fazer algo assim, Comecei a alizar o meu pau que ficou duro como pedra de ver a cena, quando derrepente percebo que uma das alças do blusinha de minha esposa cai para o lado, náo descobrindo todo o seu seio esquerdo, mas cobrindo apenas o mamilo, nisso ela se vira para mim, percebe minha excitação e com um sorriso no rosto me manda um beijo e diz: amor eu te amo. Nisso noto que a blusinha dela já não cobre mais o seu seio, e Rodrigo começa a alisa-lo, resolví levantar e dar um basta em tudo aquilo, mas quando eu chego perto deles, ela solta o Rodrigo e com o seio a mostra vem para o meu lado e me dá um beijo que não deixa eu falar nada. Em seguida, volta para o Rodrigo e também lhe dá um beijo na boca. Não sei se tonto pela bebida ou pela situação, volto para o sofá e começo uma lenta masturbação por sobre a calça. A música termina e ambos continuar a se agarrarem, então me levanto e vou até eles e então Bia me abraça formando um triangulo, depois disto perdí conpletamente a noção de tudo e comecei a tirar a roupa de Bia, deixando-a apenas de calcinha e de sapatos, e a minha, e caí de boca em seus seios, quando ela me interrompeu e me pediu para ter mais calma, então se dirigiu ao Rodrigo, tirou a roupa dele e começou a chupa-lo de uma maneira que eu não conhecia, virando a bundinha para mim que me apreximei e retirando sua calcinha, comecei a chupar aquela grupa que jorrava gozo de tanta excitação. Após alguns minutos, ela se levanta e abraçando eu e Rodrigo, um de cada lado, ela nos leva para o quarto, lá volta a chupar o pau do Rodrigo enquanto eu fico chupando a sua bocetinha que eu gosto tanto, aí ela pede para o Rodrigo come-la já que eu a tinha lubrificado tanto com a minha chupada, Seria o segundo pau a penetrar naquela boceta, pois só eu havia prodado dela até aquele momento. Ela ficou na posição de frango assadao para ser fodida por Rodrigo, e eu me posicionei ao seu lado para que ela podesse me chupar e eu observar de perto aquela ferramenta ir penetrando na boceta da minha mulher, deixei todo o ciume de lado e aproveitei aquele momento impar que era ver a minha amada esposa sendo possuida por outro caralho. Quando Rodrigo gozou e começou a jorrar porra dentro da boceta da minha mulher a porra era tanta que ele ainda conseguiu melecar toda a portinha de sua buceta e seus pentelhos, aquela situação toda nos levava a loucura e então Rodrigo tirou o pau da buceta e troxe para minha esposa limpa-lo com uma chupada, qual não foi o meu espanto quando ela me pediu para limpa-la também, eu ali a poucos centimetros daquela buceta cheia de porra de outro homem e excitado como estava, não foi preciso pedir novamente, caí de boca naquela boceta, lambendo todo oo gozo do nosso amigo e com a boca e o rosto sujo de porra, fui beijar a Bia que também tinha um resto de porra do Rodrigo em sua boco, foi um beijo que eu não esquecerei mais, em seguida fomos tomar um banho e voltamos para a cama para um fim de noite, e muito mais coisas rolaram, mas isto fica para outra ocasião, Agora estamos querendo selecionar uma mulher para uma outra tranza, casais serão analizados, Só responderemos e-mail´s com fotos, não responderemos a homens sós.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: Marido feliz
  • Membro desde: 29 de janeiro de 2007

Outros contos de autoria deste autor Marido feliz

Ultimos contos escritos por Marido feliz »

Tinder e happn das acompanhantes!

Pesquisa