Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

Tipo do usuario: guest

A tia

  • Enviado: 22 de maio de 2012 20:37

Corpo do conto

Tia … é hoje!!!

Naquela manhã cheguei a casa de tia … disposto a devorar ela de qualquer jeito,logo que entrei ela estava saindo do banho com seu roupão branco curto,deixando sua pernas de fora ,aquela pele branquinha e lisa. Deixei ela entrar em seu quarto e entrei atrás e ela estava retirando o roupão e se asustou comigo ,entrei e fechei a porta e ela se sentou na poltrona ao lado da cama,parei em sua frente e disse que tinha que lhe mostrar uma coisa e ela ficou me olhando,disse que ela teria que fechar os olhos e quando ela fechou saquei sem pensar minha pistola deixando aqueles 23 cm de nervos duro a um cm de sua boca,ela abriu os olhos e teve uma surpresa tão grande que nem teve como reagir,ficou olhando cada centímetro e sentindo o cheiro exalando em suas narinas,ela engoliu a saliva que brotou em sua boca e pegou meu pau com as duas mãos e não disse nada,alisou e levou a boca começando a lamber cada pedacinho,enquanto ela devorava meus nervos duros, eu perguntava se ela já tinha encarado algo daquele tamanho e ela balançando a cabeça negativamente continuando em sua felação. Meu pau crescia e ficava mais duro e ela se assustava com o tamanho em suas mãos,comecei a abrir seu roupão e desnudar todo seu corpo,alisei seus seios redondos e bicudos ,apertava e ela gemia ,desci a mão até o meio de sua pernas e sua buceta peluda e greluda já estava ensopada,coloquei dois dedos e fiquei entrando e saindo até seu grelo carnudo. Ela se levantou e me jogou na cama e fizemos um 69 louco, tia… não conseguia tirar meu cacete de sua boca,chupou,mordeu,lambeu, e eu fazia o mesmo com aquela bucetona ensopada. Ela rodou o corpo e sentou em cima de mim ,pegou meu cacete e foi encaixando em sua bucetona e foi sumindo cada pedaço de meu latejante ,achei que não entraria tudo,mais ela sumiu todo meu pau em sua entranhas,depois começou a rebolar e subir e descer no começo bem devagar e depois cavalgava como uma amazonas,eu beliscava os bicos de seus seios e ela gemia mais alto,até que começou a dizer coisas sem nexo e entrou num transe louco e gozou como louca.seu gozo escoria pelas pernas ,ela saiu de cima de mim e deitou de barriga deixando aquela bunda gostosa pra cima,cheguei atrás e encaixei meu pau em sua buceta e fui penetrando mais fundo e mais rápido,ela gemia e rebolava e meu tesão aumentava mais e mais ,até gozar como um cavalo enchendo toda aquela bucetona com meu leite quente. Tirei meu pau e ela caiu de boca lambendo todo o sêmem que o lambuzava até deixa-lo limpinho. Ela me perguntou porque eu tinha feito aquilo e lhe respondi que sabia que ela saberia cuidar bem desse pauzão,ela me olhou e pegou meu pau e começou a chupar de novo deixando ele pronto pra outra,fui alisando sua bunda até chegar em seu cuzinho e disse a ela que seria meu próximo alvo,ela disse que se eu enfiasse aquela coisa enorme ali ela ia ficar sem sentar por vários dias,coloquei um dedo em sua buceta e fui levando aquele melado todo a seu cuzinho e enfiei um dedo e depois mais um até enfiar três dedos e ficar entrando e saindo deixando ela louca,coloquei ela de lado e fui pincelando meu pau entrei sua buceta ensopada e seu cuzinho virgem,penetrei sua buceta e lambuzei todo meu pau e tirei e fui colocando a cabeça a encontro de seu cu,ela gemia ,abria a perna e bolinava seu grelo,fui entrando bem devagar e vencendo cada centímetro de suas preguinhas que se rasgavam . ela gemia e chorava ,mais esfregava com mais força seu grelo,fui enfiando todo meu pau até o fundo daquele cu,parei um pouco pra ela se acostumar com aquela enorme coisa dura dentro ,comecei a bombar lentamente e num vai e vem ela começou a rebolar junto,as bombadas foram ficando mais rápidas e ela se descontrolando rebolava como uma egua no cio,segurei seus seios e apertei ,belisquei,e ela já não agüentava mais e gozou como nunca tinha gozado e eu segui seu goso e enchi seu cuzão agora com toda minha porra .Ficamos ali curtindo cada minuto daquela foda animal,até meu pau amolecer e eu tirar de seu cu,deixando aquele buracão aberto,ela adormeceu e eu me levantei e sai sem ela perceber,deixando um bilhete em suas mãos : – Quando quiser deixar essa buceta gostosa e esse cuzinho apertado desse jeito me chama que eu volto,obrigado por cuidar bem deste nervo duro e grande. No outro dia ela me ligou e agradeceu a manhã mais gostosa que ela já tinha tido na vida,apesar de não estar podendo nem andar direito,e que logo que pudesse me pediria um bis. Tia … entrou para minha lista de poucas mulheres que conseguiram esconder nos dois buracos toda minha enorme vara .

One Response to “A tia”

  1. Tia eu nunca peguei mas ja tive vontade, e pro isso q esse conto me deixou muito excitado! Vlw…

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: avtesao
  • Membro desde: 4 de novembro de 2006

Outros contos de autoria deste autor avtesao

Ultimos contos escritos por avtesao »

Pesquisa