Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

As melhores acompanhantes do Rio de Janeiro estão aqui! hotside.com.br

A putinha do trabalho!

  • Enviado: 31 de março de 2014 11:41
A putinha do trabalho!

Corpo do conto

Me chamo Roger e ela Vanessa, magra, com um corpo muito sexy e uma bundinha redondinha deliciosa.
Desde o primeiro momento que começamos a trabalhar juntos ela me chamou muito a atenção por causa do seu jeito sexy, que me provocava me deixando louco de vontade de tê-la. Nas nossas conversas sempre havia malícias da parte dela, mais nunca ia muito além, afinal ela era casada. Depois de certo tempo trabalhando juntos, começamos a nos falar pela internet, no começo nada de mais, mas eu sempre tentava levar para o lado da sacanagem para ver como ela reagiria, até que um dia ela começou a corresponder aos meus desejos, e começamos a falar sobre nossas fantasias eróticas e sobre como e o que nos deixava com tesão, e as conversas foram ficando cada vez mais quentes, já não eram mais somente nossas experiências, e sim o desejo de ter um ao outro. Nossas conversas duravam horas, imaginávamos maneiras de como seria gostoso fuder, eu dizia que ela seria minha putinha, minha submissa, que faria com ela tudo o que eu quisesse, e ela me contava que eu a deixava toda molhadinha, que gozava gostoso imaginando eu tocando nela.
Começamos a fantasiar como seria dentro da empresa, quais os possíveis lugares, como rolaria… Até que um dia resolvi agir. Todos os dias eu tomava café sozinho, pois a cozinha era pequena e era norma da empresa apenas um funcionário tomar café por vez e manter a porta fechada. Já havíamos fantasiado varias vezes naquela cozinha, e neste dia, mandei mensagem pra ela avisando que estava indo tomar café, e queria ela… enquanto tomava café aguardava impaciente a chegada dela, até q ela apareceu pegou seu café, e eu fui pra cima dela, tentei beijá-la, mais ela me impediu dizendo que não e saiu da cozinha voltando para sua sala.Voltei para meu local de trabalho e voltei a falar com ela por mensagem, onde ela disse que queria muito, mais estava com medo, até que tomou coragem e disse que queria, então disse para voltarmos pra cozinha, e ela foi… essa vez não teve reação da parte dela, a não ser me beijar… e que beijo, molhado gostoso!
Voltamos ao trabalho e querendo mais, muito mais, combinamos então de nos encontrarmos depois do expediente de trabalho. Eu saia meia hora antes dela, e fui ao local combinado para esperá-la. Meia hora depois ela chegou com seu carro, e eu entrei nele. Ela vestia uma camiseta de botão e calça jeans… Quando entrei no carro já começamos a nos beijar forte, minhas mãos percorrendo seu corpo, no inicio ela tentou reagir, mais aos poucos abri sua camiseta e fiquei com aqueles seios gostosos na minha frente, não resisti e comecei a chupar e a morder seus mamilos enquanto ela se contorcia de tesão, até que me fez parar, mas não resistiu e me deixou voltar a chupar, onde tentei abrir sua calça também, o que ela não deixou que o fizesse, então paramos o beijo, conversamos um pouco, e abri minha bermuda, deixando meu pau a sua disposição, peguei sua mão e a coloquei nele, enquanto iniciávamos um beijo gostoso. Ela começou a mexer no meu pau com movimentos leves para cima e para baixo, mais não demorou muito pra ela parar e dizer que tinha que ir embora.
Naquela noite não nos falamos muito, mais no outro dia, novamente o beijo no horário do café e assim foi à semana, beijo no café no trabalho, e a noite conversas quente de como iríamos fuder, da vontade que ela tinha de chupar meu pau.
Então no sábado ela trabalhou até meio dia, mas pouco antes de ela sair do trabalho mandou mensagem perguntando se eu gostaria de vê-la para um beijo, onde aceitei rapidamente, combinamos um local, e alguns minutos depois estávamos em seu carro.Não demorou muito para as coisa esquentarem, com aquele beijo delicioso, e mãos percorrendo por todo o corpo… comecei a tirar sua roupa e ela não resistiu desta vez, até me ajudou a tirar, fincando peladinha na minha frente, com aquela buceta lisinha deliciosa, não resisti e comecei a descer minha boca chupando seus peitos, sua barriga, até chegar na sua buceta, e que buceta mais gostosa, chupei ela por alguns minutos, depois foi a vez dela, tirou minha bermuda, minha cueca, pegou meu pau com suas mãos, chegou bem perto com sua boca, passou a língua na cabecinha do meu pau, e em seguida enfiou na boca, começando uma chupada muito gostosa, até o momento em que ela parou olhou nos meus olhos e perguntou se era assim que eu queria, claro que era isso rsrs.Deitei meu banco e ela subiu por cima, sentando no meu colo, pegou meu pau e ficou brincando com ele, esfregando na sua buceta e depois enfiando ele bem devagar e continuando metendo gostoso.. enfiando todo meu pau na sua buceta deliciosa, então ela deitou no outro banco encostada na porta, abrindo suas pernas pra mim, que fui por cima dela e meti meu pau na sua buceta bem forte e fundo, chamando ela de putinha, falando pra ela sentir o pau gostoso do seu macho, o que deixou ela louca até gozar gostoso pra mim…

4 Responses to “A putinha do trabalho!”

  1. taradecunhada on 31 de março de 2014 @ 21:37

    Adoraria saber que minha namorada está dando pra um colega de trabalho… eu a chuparia cheia de porra, em casa… soucornoecomedor@hotmail.com

  2. aonde ela trabalho..eu faço isso pra vc´s

  3. ja passei por algo parecido com sua historia… foram momentos maravilhosos… a diferenca foi que no segundo encontro ela me revelou que seu marido sabia de tudo e que gostaria que eu fosse visitar a casa deles. Como sou um coroa hiper discreto, marcamos e la estive para curtir o casal. hamigo55@hotmail.com

  4. Fiquei curiosa pra saber sobre as tais conversas quentes … conta ai …

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: rog3
  • Membro desde: 26 de março de 2014

Outros contos de autoria deste autor rog3

  • Nenhum outro conto escrito por este autor encontrado.
Ultimos contos escritos por rog3 »

Pesquisa