Welcome, visitor! [ Register | Loginrss

Enviar Conto

A Babá

  • Enviado: 3 de agosto de 2008 19:55

Corpo do conto

Olá o qu evou contar pra vcs aconteceu semana passada..meu nome e (Mi) ficticio, tenho 23 anos sou loira tipo magrinha peitos grandes,, definindo sou gostosinha vamos para conto estou trabalhando de bábá minha patroa se chama debora eu olho o filinho dela pois ela e o marido trabalha, estava trabalhando ja a uns dois meses e ate entao tudo normal certa vez debora me chamou pra ir dormir com ela pois o seu marido rogerio havia brigado com ela e saido de casa, falei com meu namorado que ia durmir na casa dela, ele nao gostou mas me levou, chegamos na casa dela eal estava conversando com um rapaz negro muito bonito vamos falar a verdade, ele me deixou e foi embora bravo, entrei pra dirmir e debora ficou de fora disse que ia depois, deitei e peguei no sono, acordeu era umas 03:00 da manha e escuto um gemido alto, vou ate o quarto de debora ver e evejo pela fechadura que o cara que estava la de fora estava enrabando ela, na hora minha xoxota melou fiquei vendo por um bom tempo estava com o rabo empinado quando derrepente ele gosa muito forte no cu dela e eu corro pro quarto, blza passei a noite toda melada, no outro dia eu fui embora e finji que nada aconteceu, ok , foi no outro dia que conheci os dois irmaos de debora fabio e marcos, eles moravam em outra cidade e veio embora pra uberlandia ver se arranjava trabalho, marcos era o mais safadinho direto via ele me olhando sempre achava um geito de me abraçar fabio era mais quieto, certa vez, fui trabalhar com uma blusinha com um decote que deixava eu com uns peitoes e uma saia mais solta pois marcos e fabio nao estariam lá eles iam procurar emprego, chegei estava eu e o menino eque eu olhava, levei ele pra creche e voltei para acabar de lavar as loucas do almoço e ir embora poois eu olhava ele apenas na parte da manha, chegei e fui lavar as loucas foi quando escuto o barulho do chuveiro, e fui ver Era fabio tomando banho com a porta aberta ele nao sabia que eu ia voltar, ele estava enxagando o cabelo e tinha sabao nos olhos entao nao me viu eu virei pra traz e dei de cara com marcos que me puxou pro quarto e fechou a porta, marcos estava so de tualha e começou a beijar meu pescoço e passar a mao na minha xoxota que nessa hora estava incharcada ja ele dizia: Vc esta gostando esta toda molhada- eu gritava pra ele parar mas ele nao parava ele abaixou minha calcinha e escondeu eu consegui sair e ele me dixou em paz, fiquei num puta tesaoe fui acabar de lavar a louça sem calcinha mesmo estava lavando a louça quando Marcos segurou minha cintura e disse no meu ouvido : Vc esta tao molhada que esta escorrendo na sua perna nao fala nada e vem- e foi me trazndo de costas esfregado seu peito em minhas costa ele foi me levando ate chegar na cama ele sento e me puxou, seu pau entrou ate o talo na minha xoxota” eu disse ai que pau gostoso mais eu nao posso e meu namorado nem deu tempo derrepente o fabio veio e me pos o pau na boca o dois em comeram o marcos me colocou de ladinho e enfiu gostoso eu adorava e pdia AI SE MEU NAMORADO DESCOBIR eles falavamSEU CORNO VAI VER SUA BOCETA ESFOLADA e socavam forte eu adorava quando fabio disse VOU GOSAR NA SUA BOCA e gosou eu bebi tudinho FABIO SAIU e deixou eu e marcos sozinho marcos paraecia que nunca tinha comido uma buceta ele metia feito um louco e eu gostava derrepente ele tirou e pois no meu cusinho que so meu namorado havia comido ate aquele dia, eu ja estava acostumada pois meu namorado era meio troncudo ELE COLOCOU e deu duas bombadas e encheu meu cu de porra eu levantei e escutei a moto do meu namorado businando na porta, fiquei deitada com o pau dele no meu cu ate meu namorado ir embora, depois levantei e fui embora apé foi assim que comecei a virar uma putinha DEPOIS CONTO MAIS HISTORIAS QUE ACONTECEU NA QUALA CASA BJOOO

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Para entrar em contato com este autor preencha o formulario abaixo e clique em enviar.

Sobre este autor

  • Escritos por: Lora
  • Membro desde: 11 de fevereiro de 2010

Outros contos de autoria deste autor Lora

Ultimos contos escritos por Lora »

Pesquisa